Santa Casa de Votuporanga realiza captação de múltiplos órgãos

Rins, fígado e córneas foram retirados, beneficiando cinco pacientes de diferentes cidades

captação de orgaos

 

Um ato de amor e solidariedade, que salva vidas. A Santa Casa de Votuporanga, através da Comissão Intra-Hospitalar de Transplante (CIHT), realizou no sábado (19/8) a primeira captação de múltiplos órgãos deste ano.
A família de um paciente autorizou a doação de órgãos na sexta-feira (18/8). “A atitude desta família possibilitou que cinco pessoas fossem beneficiadas. O transplante oferece uma nova chance e melhora a qualidade de vida dos pacientes receptores”, explicou a coordenadora de enfermagem da CIHT, Kelly Almeida.
Kelly frisou a importância das pessoas expressar seu desejo de doar órgãos. “O passo principal para você se tornar um doador é conversar com a sua família e deixar bem claro o seu desejo. Não é necessário deixar nada por escrito. Porém, os familiares devem se comprometer a autorizar a doação por escrito após a morte. Para isso, fazemos trabalho de conscientização sobre a importância do diálogo, que é o diferencial para o aumento da captação”, disse.
Esta é a segunda vez que a Santa Casa fez captação de múltiplos órgãos. “Os critérios para doação de órgãos são bastante rigorosos e específicos, o Hospital precisa seguir normas/protocolos estabelecidos e as etapas necessárias para a efetivação do processo. Realizamos mais retirada de córneas, foram 56 procedimentos somente neste ano”, afirmou a enfermeira.
Kelly frisou que, para o processo acontecer, foi fundamental a colaboração e apoio das equipes de emergência, Unidade de Terapia Intensiva (UTI), Centro Cirúrgico e administração do Hospital, além do trabalho de todos da equipe da CIHT.
A comissão é formada pelos enfermeiros Bruno Henrique Chiqueto, Jéssica Eusebio Tonin Sakamoto, Vanessa Benacci da Silva; técnico de Enfermagem, Wilson Luis Poloni e os médicos Dra. Ligia Maria Duarte Tellis; Dra. Natalia Acquaroni Gondim; Dr. Luiz Augusto Antunes Glover; e Dr. Wagner Moneda Telini.
O serviço existe desde 2012. “A Comissão realiza trabalho de abordagem fundamental para esse processo de captação, é uma tarefa árdua e que apresenta um gesto nobre de amor ao próximo. Aproveito para agradecer também as famílias dos doadores, mesmo em um momento de dor, vocês pensaram no próximo, o sim de vocês deu uma nova chance para os pacientes transplantados”, destacou o provedor da Santa Casa, Luiz Fernando Góes Liévana.

Sobre CIHT
A Comissão está vinculada à Equipe da OPO-SJRP (Organização de Procura de Órgãos do Hospital de Base) que promove a ligação com a rede Nacional de Transplantes. O serviço da CIHT oferece a chance de doar os órgãos e multiplicar o gesto, colaborando no ato da doação e também insere o Hospital no sistema nacional de transplante.



Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.